Modelo polonesa salva por Medjugorje relata visão de Padre Pio Set12

Tags

Modelo polonesa salva por Medjugorje relata visão de Padre Pio

Antes que ela tivesse uma conversão de vida em Medjugorje, a modelo polonesa Ania Golędzinowska viveu uma vida de celebridade, abuso de substâncias e hostilidade contra a Igreja Católica. Uma noite, um estranho misterioso chegou para adverti-la. Anos mais tarde ela o reconheceu como São Padre Pio.

Autora e ex-modelo Ania Golędzinowska

Autora e ex-modelo Ania Golędzinowska

Oito anos atrás a modelo polonesa Ania Golędzinowska acordou no meio da noite em sua casa na Itália e encontrou um homem de pé ao lado de sua cama, sacudindo a sua cabeça para ela decepcionado. Foi somente anos mais tarde, quando ela se mudou para Medjugorje em 2011 e recebeu um livro sobre São Pio, Ania reconheceu o rosto do homem.

Quando ela experimentou o misterioso encontro, Golędzinowska estava longe de uma vida virtuosa.

Apesar de ser uma modelo de sucesso, uma atriz em comédias  italianas e uma apresentadora de TV, ela admite que estava lutando contra o abuso de substâncias, falta de fé em Deus, e até mesmo desenvolvendo um forte ressentimento contra a Igreja Católica.

São Pio de Pietrelcina (1887-1968) foi chamado para o sacerdócio como uma criança, um franciscano capuchinho Tornou-se, e foi ordenado em 1910. Ele carregou os estigmas e teve os dons de bilocação e das almas de leitura. Muitas vezes perseguido por seus superiores, mas imensamente popular com as pessoas comuns ao longo de sua vida, foi canonizado pelo Papa João Paulo II em 2002

São Pio de Pietrelcina (1887-1968) foi chamado para o sacerdócio como uma criança, um franciscano capuchinho Tornou-se, e foi ordenado em 1910. Ele carregou os estigmas e teve os dons de bilocação e das almas de leitura. Muitas vezes perseguido por seus superiores, mas imensamente popular com as pessoas comuns ao longo de sua vida, foi canonizado pelo Papa João Paulo II em 2002

São Pio, ela acredita, veio para avisá-la para que mudasse os seus caminhos. A ex-modelo lembra o dia em que ela, finalmente, o identificou:

“Por anos, eu não sabia quem era ele. Até mesmo em meu livro eu relatei este acontecimento, mas eu não inclui o nome do homem” disse Ania Golędzinowska para o irmão Marcin Radomski em uma entrevista que ela deu no início deste ano em Lomza, na Polônia. Esta é a primeira vez que esta parte da sua história está sendo contada em inglês.

“Foi apenas cinco meses atrás em Medjugorje que alguém me deu um livro sobre a vida de Padre Pio e pela primeira vez, depois de oito anos, eu pude saber o nome da pessoa que veio para me advertir, me chamar a atenção que se eu continuasse a levar a minha vida assim, então eu não iria longe”.

Golędzinowska foi muito sincera em dizer o quão longe ela se desviou da Igreja naqueles anos, chegando ao ponto de desenvolver um ódio por todas as coisas Católicas.

“Eu estava muito longe da Igreja. Se eu tivesse uma chance, eu atiraria em todos os sacerdotes e freiras. Sempre que eu via uma igreja, eu atravessava para o outro lado da rua. Abusei de drogas. Eu bebia”.

Então uma noite o aviso veio. Até mesmo o seu cachorro, recorda-se Golędzinowska, sentiu a presença de um estranho no quarto, mostrando a ela que isto não era alucinação.

“Em uma certa noite, eu acordei porque meu cachorro estava latindo. E ao lado da minha cama estava este homem, mais velho, com barba, e ele estava olhando para mim, balançando a cabeça. Eu pensei que era algum tipo de alucinação por causa do álcool ou das drogas – não, isto não é possível, eu pensei. Então eu acendi a luz, e este homem ainda estava de pé ao lado da minha cama, balançando a sua cabeça e meu cão ainda estava latindo para ele”.

A nova edição polonesa do livro de Ania Goledzinowska, o "Resgatado do inferno: Confissões de uma ex-modelo"

A nova edição polonesa do livro de Ania Goledzinowska, o “Resgatada do inferno: Confissões de uma ex-modelo”

Embora Golędzinowska acredite que São Pio tenha vindo até ela com uma mensagem importante, ele não precisou de palavras para transmitir isto.

“Eu não disse nada, mas ele estava olhando para mim como se quisesse dizer: Ania, o que você está fazendo ??”

Ania Golędzinowska foi notícia no ano passado quando Catholic Herald publicou uma entrevista com ela. A entrevista foi centrada em torno de sua mudança de vida de conversão em Medjugorje e suas conseqüências.

Ela tomou a decisão de deixar a vida de glamour e fama na alta sociedade italiana por uma vida simples de oração e serviço em Medjugorje onde vive desde 2011 na comunidade Corações Puros, uma comunidade de sacerdotes marianos e freiras.

Para a modelo polonesa, foi necessário terminar um relacionamento com seu namorado Paolo Enrico Beretta, sobrinho do então primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi.

Ultimamente, Golędzinowska passou muito tempo excursionando pela Polônia, com a edição polonesa de sua autobiografia, lançado recentemente.

Seu livro, Ocalona z Piekła: Wyznania byłej modelki traduz em “Resgatada do inferno: Confissões de uma ex-modelo.” Uma seção no livro descreve o encontro de Golędzinowska com o visitante que apareceu para ela no meio da noite anos atrás para dar a ela um útil aviso.

Agora os leitores podem saber que Ania Golędzinowska identificou o misterioso visitante como São Pio de Pietrelcina.

Matéria original: http://www.medjugorjetoday.tv/7033/medjugorje-model-had-vision-of-saint-pio/

Fique atualizado!

Junte-se a 2500 leitores e receba notícias e mensagens de Medjugorje em seu e-mail gratuitamente.

Mestre em informática e responsável pela edição do site. Após grandes graças recebidas pela Rainha da Paz, sentiu-se chamado a divulgar as mensagens que Nossa Senhora nos envia através deste santo lugar. Me siga no Google+.