O milagre da estátua de Nossa Senhora na colina das aparições

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

podbrdo1A estátua de Nossa Senhora, na Colina das Aparições, foi fruto de um milagre.
Todos aqueles que chegam em Medjugorje, conhecem o Podbrdo, a colina onde aconteceram as primeiras aparições.
Os peregrinos vão aos pés da estátua da Madonna e recolhem-se em oração.
Se as pedras falassem, teriam coisas bonitas para contar…
A estátua foi lá colocada em 8 de setembro de 2001 e abençoada (antes da cerimônia oficial da Paróquia), pelo Pe Armando Maria loffredi, e isso foi um presente de alguns peregrinos da Coreia do Sul, em ação de graças pela recuperação milagrosa de uma criança, que gostaria de contar a história.
Na Coréia, há uma pequena comunidade cristã.
Ali, também, chegou a notícia das aparições e das curas que ocorrem em Medjugorje.
Um casal com um bebé surdo-mudo (tinha outros problemas) decidem participar duma peregrinação para pedir o milagre à Gospa (eram Budistas e já haviam tentado de tudo).
Chegaram em Medjugorje e, participando na vida dos peregrinos, sem infelizmente acontecer nada.
No final da estadia, a mãe com o filho decidem ainda ficar, mas o pai regressa para casa, na Coréia.
Alugando uma casa que se encontra ao longo da estrada que leva ao local das aparições, numa manhã, enquanto estava em casa, ouvem o canto de um grupo de peregrinos italianos que sobem a colina, e olham pela janela para cumprimentá-los.
Pouco tempo depois, a mãe ouve de novo a música e vai à janela, mas não vê ninguém, e apercebe-se de que o canto vem do quarto do seu bebê.
Chegavam lá, ouve o filho cantar com uma voz tão doce.
Com a sua fé, perseverança e a ajuda da Mãe Celeste tinha acontecido o milagre.
Pela graça que receberam, pediram ao escultor italiano, Dino Filice, de fazer uma estátua de mármore de Carrara e colocá-la sobre o lugar da Primeira aparição.
Foi levada nos ombros dos rapazes da Comunidade Cenáculo.

Traduzido do italiano por Gabriel Paulino – www.medjugorjebrasil.com.br e revisada para o Português por Denis Cervinskis.

Fonte da matéria: https://www.facebook.com/narcisimario

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *