Don Antonio Mazzi: Vejo muita gente voltando de Medjugorje convertida

Compartilhe!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

donantoniomazzi2
Don Antonio Mazzi

Don Antonio Mazzi ontem a noite durante o programa “La Strada dei Miracoli” disse claramente que o importante não é saber se os videntes vêem Nossa Senhora, mas ver como as pessoas quando voltam de Medjugorje estão mudadas, voltam da peregrinação com uma missão excepcional. Isto demonstra verdadeiramente que naquele lugar algo acontece, não se pode negligenciar (negar) os frutos espirituais que estão vindo daquela cidade na Bósnia-Herzegóvina são inegáveis. Para isto citamos o parcer do maior mariólogo vivo Padre Renè Laurentin, perito em aparições marianas que por 11 anos reconstruiu os acontecimentos de Lourdes nos mínimos detalhes. E também ocupou-se de tantas aparições no mundo e também promoveu as duas primeiras comissões científicas que analisaram Medjugorje mais de perto, estudando os videntes e os êxtases em detalhes, e ambas as comissões deram o mesmo resultado: não se trata de fraude e nem de engano.

Padre Renè Laurentin fala dos frutos de Medjugorje:

Medjugorje é a primeira aparição que sobreviveu durante a cortina de ferro, porque todas as outas das quais se tem notícia, que aconteceram antes, foram colocadas em silêncio, e os bispos foram obrigados a fazê-lo sob as ameaças do governo comunista. É verdadeiramente único que o governo Iugoslavo neste caso não conseguiu reprimir em nada as aparições, nem conseguiu sufocar a notícia que se espalhou velozmente em todo o mundo. E isto levando-se em consideração também a perseguição a qual foram submetidos os videntes, o pároco e muitos dos moradores de Medjugorje e fiéis de outros lugares. Eu mesmo fui ameaçado: a polícia comunista (milícia) me parou depois de um artigo meu publicado no France Catolique, onde eu dava um grande destaque aos fatos de Medjugorje. Estávamos no final de 1983 e início de 1984 e um momento em que estavam diminuindo as notícias daquele vilarejo perdido entre as montanhas e o meu texto trouxe um novo entusiasmo e os chefes do antigo regime comunista que utilizavam-se da repressão, ficaram muito perturbados.

lastradadeimiracoli
O peograma la strada dei miracoli vai ao ar pela rede de televisão italiana RAI UNO

O primeiro aspecto é que Medjugorje desequilibrou a cortina de ferro iugoslava. Um segundo aspecto diz respeito a Igreja. Nas mensagens existe um apelo constante ao renovamento espiritual da Igreja. Vocês sabem bem que no Ocidente desenvolvido, nos países do Atlântico, a tendência dos cristãos é aquela de sublinhar os aspectos sociológicos das mensagens do Evangelho, tendo como consequência o empobrecimento da fé, e até do abandono da prática religiosa. Isto é particularmente visível na França, Alemanha e, talvez, até mesmo na Itália: nos países em que a economia parecia ser o único meio de vida que restou. Países em que os traços cristãos foram cancelados e no quais tudo é estranho para a fé. Mas isto gera, por asfixia, uma sede de espiritualidade porque o espírito do homem pede por algo que deseja atingir.

E Medjugorje responde a esta sede espiritual das pessoas, ajuda-as a redescobrirem a fé da qual nada sabiaam. Tive provas disso quando publiquei o meu primeiro livro, e fui submerso por centenas de cartas e de telefonemas de pessoas que me davam testemunho de como a experiência que viveram em Medjugorje lhes despertaram a fé. Conversões, tantas conversões: recordo-me com afeto particular de um senhor de 80 anos, que por 30 anos interrompeu completamente a prática religiosa pensando que os fatos contados nos Evangelhos fossem mitos, e que me contou emocionado de como os videntes de Medjugorje estavam lá a demonstrar a realidade de que somos filhos de Deus e que Deus nos ama assim como a Nossa Mãe do Céu. E concluiu a conversa dizendo que tinha sentido a necessidade de confessar-se e que já estava seguindo à risca as recomendações de Nossa Senhora, incluindo também o jejum.

Certamente aguardamos com curiosidade o pronunciamento da Igreja Católica e de um modo particular do Papa Francisco e estaremos prontos a obedecer a qualquer das disposições e medidas que forem tomadas a respeito. Mais isto não impede de relatar aquilo que milhões de pessoas provaram ao retornar de Medjugorje, como a vida deles foi transformada, renovada, para não falar das curas físicas e espirituais que não se podem contar.

Traduzido do italiano por Gabriel Paulino – fundador do Portal Medjugorje Brasil – http://www.medjugorjebrasil.com.br

Fonte: http://www.lalucedimaria.it/medjugorjedon-mazzi-io-non-so-se-vedono-la-madonna-ma-vedo-la-gente-cambiata/

 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *