Secretário Vaticano das Relações com os Estados visita Medjugorje

Compartilhe!

Tempo de leitura: 6 minutos

Gallagher na Bósnia-Herzegóvina: líderes religiosos sejam guardiões da paz

Matéria original: https://www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2022-03/gallagher-bosnia-herzegovina-lideres-religiosos-guardioes-da-paz.html

De Sarajevo a Medjugorje, o secretário vaticano das Relações com os Estados esteve em viagem de 17 a 20 de março. Encontros com líderes políticos, representantes da Igreja local e de outras confissões religiosas

O pensamento voltado para aos jovens da Bósnia-Herzegovina e, em particular, para os jovens ucranianos, “nossos irmãos e irmãs oprimidos pelas bombas e pelo medo” e “de tantas outras partes do mundo que estão trabalhando para realizar sonhos de paz”, acompanhou a viagem do secretário vaticano das Relações com os Estados, dom Paul Richard Gallagher, à Bósnia-Herzegovina de 17 a 20 de março. O arcebispo chegou a Sarajevo na quinta-feira, dia 17, acompanhado por monsenhor Janusz Błachowiak, conselheiro de Nunciatura em serviço na Secretaria de Estado. 

Encontro com o ministro das Relações Exteriores

Após sua chegada ao aeroporto, recebido por uma delegação, dom Gallagher teve um encontro bilateral com o ministro das Relações Exteriores, Bisera Turković, que em fevereiro passado havia convidado o prelado a visitar o país. As cordiais conversações foram realizadas também no quadro do próximo 30º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas. Em particular, foi manifestado apreço pelas relações bilaterais positivas e pela contribuição da Igreja local para a sociedade da Bósnia-Herzegóvina. Neste contexto, foi discutida, de modo particular, a implementação dos Acordos assinados entre a Santa Sé e a Bósnia-Herzegovina e a situação da comunidade católica. Gallagher e seu homólogo se detiveram em seguida sobre a realidade interna do país, reiterando a necessidade de promover a igualdade jurídica-social de todos os cidadãos pertencentes a cada povo constitutivo, bem como sobre a importância do diálogo para sair da atual crise institucional, tirando lições de um passado não tão distante. Foi dada também atenção a algumas questões regionais, incluindo a situação nos países dos Balcãs ocidentais, o alargamento à União Europeia, a guerra na Ucrânia, assim como a situação dos migrantes e dos refugiados. Por fim, foi reafirmado o apoio da Santa Sé à Bósnia-Herzegóvina no caminho para a plena unidade da família dos povos europeus.

Missa “pela paz” em Sarajevo

No mesmo dia, na Nunciatura, dom Gallagher reuniu-se com o alto representante para a Bósnia-Herzegovina, Christian Schmidt, e a diretora para a Europa e Ásia Central no Serviço Europeu de Ação Externa, Angelina Eichhorst, acompanhada pelo embaixador da União Europeia em Sarajevo, Johann Sattler. Em seguida, o secretário das Relações com os Estados celebrou a missa “pela paz” na Catedral de Sarajevo, lembrando em sua homilia que a Bósnia-Herzegóvina, terra onde diferentes culturas e tradições se encontram e às vezes se chocam, precisa em particular do dom da paz e de construtores da paz. O primeiro dia da viagem terminou com um jantar oferecido pelo ministro Turković, com a presença de funcionários do Ministério e de representantes da Igreja local.

Um pensamento aos jovens “construtores de pontes”

Na sexta-feira, 18 de março, houve uma série de encontros bilaterais com os membros da Presidência Colegial da Bósnia-Herzegóvina, com o presidente do Conselho de Ministros, Zoran Tegeltija, e com representantes da Assembleia Parlamentar. Depois de chegar a Banja Luka, dom Gallagher encontrou na Residência Episcopal a presidente da República Sérvia, Željka Cvijanović, acompanhada de seus colaboradores. Em seguida, celebrou a Santa Missa “pela reconciliação” na Catedral, dirigindo-se aos jovens de cada país, especialmente aos ucranianos: “Os jovens, que são o futuro deste país, desta Igreja, do mundo inteiro, são construtores de pontes de reconciliação. Eles são convidados, portanto, acompanhados pelas autoridades civis e eclesiásticas, a não desanimar e a multiplicar as iniciativas para aumentar o clima de reconciliação, encontro e paz”, disse o arcebispo inglês em sua homilia.

Diálogo ecumênico e inter-religioso

No sábado, 19 de março, o secretário das Relações com os Estados teve um encontro na Nunciatura com representantes das Igrejas cristãs e de outras confissões religiosas. Citando o Papa Francisco, o prelado lembrou que os líderes religiosos são os primeiros guardiães da paz na Bósnia-Herzegóvina, e auspiciou que o diálogo entre as Comunidades religiosas neste país reconstrua e mantenha as pontes existentes, a única estrutura capaz de nos manter vivos e nos garantir um futuro, não nos desencorajando das dificuldades, que às vezes podem surgir. Por sua vez, os participantes expressaram seu desejo de viajar a Roma a fim de visitar o Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso e o Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos.

Posteriormente, dom Gallagher visitou o Centro de Acolhimento Temporário em Ušivak, encontrando-se com alguns refugiados. À tarde, chegando a Mostar, reuniu-se na Residência Episcopal com o prefeito Mario Kordić e depois com os bispos da Bósnia-Herzegovina, que apresentaram o trabalho pastoral da Igreja local, o compromisso ecumênico e inter-religioso, assim como alguns desafios como a emigração dos católicos. Além disso, os prelados expressaram seu forte apoio à integração europeia da Bósnia-Herzegovina.

Etapa em Medjugorje

À noite, houve uma celebração eucarística na Catedral, na solenidade de São José, padroeiro da Diocese de Mostar-Duvno. A Catedral estava lotada de fiéis: além do episcopado local, havia alguns bispos da vizinha Croácia e de Montenegro, numerosos religiosos e religiosas. “Esta noite, queremos pedir a São José que nos dê a capacidade de sonhar, firmes ‘na esperança contra toda esperança’. Quando sonhamos grandes coisas, nos aproximamos do sonho de Deus, ou seja, das coisas que Deus sonha sobre nós, e acabam as divisões na sociedade e também dentro da Igreja terminam”, afirmou dom Gallagher durante a celebração. Por fim, no domingo, 20 de março, foi a Medjugorje para um encontro de cortesia com o visitador apostólico para a paróquia de Medjugorje, dom Aldo Cavalli, acompanhado do provincial dos Frades Menores da Herzegovina, padre frei Miljenko Šteko, e da Comunidade dos religiosos franciscanos da referida paróquia. Dom Gallagher visitou a igreja paroquial, assim como algumas estruturas pastorais. Sucessivamente, transferiu-se para Split e, enquanto esperava seu voo de retorno, encontrou o arcebispo de Split-Makarska, dom Marin Barišić, na presença do núncio Giorgio Lingua.  À noite, voltou para o Vaticano.

SE QUISER IR A MEDJUGORJE CONOSCO CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS !!!

SE QUISER PRODUTOS DE MEDJUGORJE CLIQUE AQUI

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.