Não brinquem com Medjugorje! Equipe jornalistica e modelo italiana se arrependem após zombarem das aparições da Rainha da Paz!!!

Compartilhe!

Tempo de leitura: 4 minutos

Fonte: https://www.uccronline.it/2022/04/11/le-iene-sorprese-da-medjugorje-accade-qualcosa-di-inatteso/?fbclid=IwAR1Pgj7aHN9o7_v-A1UZUajf_YBFxdUIDL84VyuRTQH-oV3Zat3nmmuQYXQ

Tinha que ser um dos muitos relatos de “escândalo” sobre Medjugorje.

Não apenas eles falharam, mas duas pequenas “maravilhas” ou, em todo caso, dois eventos certamente inesperados e incomuns ocorreram diante de seus olhos.

Estamos falando DAS HIENAS, um conhecido programa de televisão investigativo italiano, nunca terno ou particularmente objetivo em questões éticas e, acima de tudo, religiosas.

Em março passado o correspondente Gaston Zama concebeu um serviço com a ideia de zombar da forte fé mariana do jornalista Paolo Brosio em contraste com o ceticismo declarado de sua jovem namorada, a showgirl Maria Laura De Vitis (se separaram em agosto 2021).

Maria Laura de Vitis (a esquerda) ex-namorada do jornalista Paolo Brosio que teve uma forte experiência em Medjugorje (a direita)

Tudo selado por uma viagem a Medjugorje, local de (supostas) aparições marianas desde 1981, o que teria ampliado ainda mais a dicotomia entre o casal.

A posição da Igreja em Medjugorje.
Partimos da premissa que a Santa Sé, através da comissão instituída em 2010 por Bento XVI e presidida pelo cardeal. Camillo Ruini, reconheceu as primeiras 7 aparições como sobrenaturais, suspendendo o julgamento sobre as que ocorreram posteriormente, até hoje.

No entanto, não há dúvida de que alguns fenômenos particulares ainda ocorrem naquele local.

Não estamos falando apenas das centenas de conversões todos os anos de peregrinos de todos os credos (e, sobretudo, sem religião), mas, por exemplo, do chamado “sol pulsante”, sobre o qual falamos em um vídeo contando a investigação de La storia siamo us (Rai2).

Entre as testemunhas oculares daquele dia, a jornalista Elisabetta Castana e a psicoterapeuta Fausta Marsicano, que descartou uma sugestão em massa.

Um jornalista DAS HIENAS e o “cheiro de rosas”.
A trupe DAS HIENAS acompanhou assim Paolo Brosio e Maria Laura no Monte Podbrdo (ou Monte das Aparições) em Medjugorje, um lugar inacessível onde os seis videntes muito jovens disseram ter visto a Madona pela primeira vez.

De volta à cidade, Brosio conta ao jornalista Gaston Zama que alguns peregrinos que vão ao Podbrdo relatam perceber claramente um perfume de rosas muito intenso, considerado um sinal da presença de Nossa Senhora, pois sempre foi a flor mariana por excelência (Maria também é chamado de “rosa mística”).

Um cheiro muito intenso e surpreendente já que a serra é desprovida de flores e a vegetação que se encontra é quase exclusivamente composta por arbustos de silvas.

Enquanto Brosio está narrando, um membro da trupe Le Iene intervém com os olhos arregalados, jurando ter percebido aquele cheiro forte de rosa enquanto eles estavam na montanha.

O repórter Gaston Zama, atordoado, acha que seu técnico (chamado Landi) está brincando. Mas este não é o caso, o homem tem lágrimas nos olhos e jura pelos seus filhos, ele não pode negar o que percebeu distintamente no Podbrdo (isso também é confirmado pela assistência técnica).

A conversão da cética Maria Laura De Vitis.
Poucas semanas depois da viagem, Le Iene voltou a entrevistar Maria Laura, na época namorada de Brosio. Uma segunda surpresa os espera.

A menina claramente mudou, ela não é mais sarcástica e cética como antes de sua partida, pelo contrário, ela diz que depois de cinco anos decidiu pela primeira vez ir ao cemitério visitar seu pai. Uma ideia que surgiu durante a peregrinação. Além disso, ele revela que rezou secretamente a Nossa Senhora quando estava em Medjugorje.

O rosto da jovem está sereno e comovido, algo em seu coração mudou. Um pequeno exemplo do que acontece a tantos peregrinos que todos os anos vão a esta pequena cidade da Bósnia-Herzegovina.

A interpretação oferecida por Brosio é correta: há conversões relâmpago, enquanto outras são sementes que crescem e amadurecem com o tempo, mesmo que nunca desabrochem sem o envolvimento da liberdade, da razão e da vontade da pessoa de cultivar a experiência vivida.

A mudança de coração é o verdadeiro (e mais interessante) milagre de Lourdes, Fátima e Medjugorje. Por outro lado, mesmo as maravilhas mais inexplicáveis ​​(se houver) são apenas sinais úteis para confirmar a fé ou quebrar as correntes do ceticismo, deixando sempre luz suficiente para quem quer acreditar e sombra suficiente para quem não acredita.

SE QUISER IR A MEDJUGORJE CONOSCO CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS !!!

SE QUISER PRODUTOS DE MEDJUGORJE CLIQUE AQUI

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.